A importância da formação profissional, em geral

Nos tempos que se avizinham, Portugal enfrenta desafios vários na esfera da competitividade, acrescidos do combate ao desemprego, nomeadamente de longa duração e dos jovens, bem como a luta pela inclusão e pelo combate das desigualdades e discriminações.

O ambiente que caracteriza a sociedade portuguesa actual introduz uma necessidade crescente de operacionalizar ferramentas eficazes para a excelência dos desempenhos colectivos e individuais dirigidos à modernização e competitividade do país.

Numa perspectiva de reforço e de sinergia de capacidades, as organizações públicas e privadas só têm a ganhar em posicionar-se na nobre tarefa de contribuir activamente para que um dos grandes desígnios nacionais, possa tornar-se uma realidade para o tão desejado percurso de evolução do País.

O factor que no longo prazo estabelece a diferença entre as organizações, é sempre e invariavelmente, a qualificação das suas equipas de trabalho. Quem fizer a sua aposta aqui, será ganhador. Sem trabalhadores qualificados não há organizações de sucesso, nem líderes de sucesso.

Apostar na formação dos recursos humanos, é apostar na principal área chave para a competitividade.

As vantagens na óptica das entidades empregadoras

Considerando que:

  • No contexto da melhoria contínua, a aposta na formação profissional dos colaboradores deve assumir-se como uma estratégia permanente de desenvolvimento organizacional, de forma a perseguir sustentadamente, a adaptação à mudança e a uma maior capacidade competitiva, numa economia cada vez mais globalizada;

  • a agenda da transformação económica do país, implica uma forte aposta na qualidade da formação, desenvolvendo em permanência as competências dos seus recursos humanos, e assumindo o funcionamento contínuo das estruturas formativas próprias como um verdadeiro departamento de criação de valor;

  • cada vez mais, o sucesso de uma qualquer intervenção na sociedade reside na capacidade de estabelecer parcerias e de congregar sinergias,

entendemos que, para a obtenção do sucesso neste grande desafio colectivo, é necessário adoptar estratégias concretas, suportadas na(s):

  • articulação e partilha de recursos, competências e experiência,

  • novas tecnologias de informação e comunicação que flexibilizem o acesso de adultos a formação certificada.

  • facilitação na participação dos seus colaboradores com necessidades identificadas de percursos de formação.

Conscientes de que o trabalho em equipa proporciona um valor adicional ao desempenho dos diversos actores, a Sinerconsult, enquanto entidade formadora, pretende em sinergia de actuação como parceiro técnico, reforçar a qualificação dos colaboradores mediante dispositivos de criação e certificação de competências profissionais.

Do nosso ponto de vista, faz todo o sentido que as entidades empregadoras, estabeleçam pontes de ligação com entidades formadoras certificadas com qualidade, experiência e vasto currículum de actividade neste domínio, alavancando as capacidades instaladas e as competências e experiência acumuladas dentro da própria organização, na busca permanente de resultados orientados por um princípio de sinergia, em que o resultado do esforço das partes em permanente colaboração, seja muito maior que a simples soma dos contributos de cada uma delas.

As vantagens na óptica do trabalhador ou do candidato a emprego

Considerando que:

  • a formação para a adaptabilidade deve assumir-se como reforço permanente da qualificação de base individual de cada um;

  • a ascensão sucessiva a patamares superiores de competências que permitam uma capacidade acrescida (fundamentais para a integração plena na cidadania e na vida económica e social) na adaptação à mudança e na apetência pela participação na aprendizagem ao longo da vida, irá potenciar a empregabilidade e aumentar a progressão profissional e níveis remuneratórios, e simultaneamente reduzir o risco de desemprego;

  • a aprendizagem, qualificação ao longo da vida e reforço da empregabilidade, concorre directamente para melhorar a qualificação da população adulta, pode apoiar o segmento dos jovens e adultos sem ensino secundário completo, a par dos adultos sem ensino básico ou secundário completos, promovendo a qualificação da população com baixas qualificações e o aumento da sua empregabilidade, centrando-se na formação certificada;

  • as pessoas em risco de emprego ou em situação de desemprego, ou ainda com dificuldades de (re)integração profissional e num contexto económico e social reconhecidamente difícil, devem apostar na sua capacitação, tendo em vista a sua plena inserção na sociedade;

a Sinerconsult, enquanto entidade formadora, propõe-se mobilizar uma oferta formativa diversificada, de modo a reforçar a qualificação da população em geral mediante dispositivos de criação e certificação de competências em percursos diferenciados de formação profissional, com vista à manutenção e reforço das condições que sustentam o emprego dos activos, à empregabilidade, à capacidade de criar auto-emprego e empreendedorismo, ou até ao prosseguimento de estudos.

O nosso departamento técnico da Divisão de Formação Profissional entrará em contacto com a Vossa organização, fornecendo também a ficha técnica de produto.

Telf: +351 229 418 490
Fax: +351 229 482 556
4470 - 473 - Maia - Portugal
Rua Barão de S. Januário, 33 - 5º Andar Salas 51 / 52 / 55